Arte e Entretenimento

Quando o público em geral resolve assistir a um espetáculo de teatro, ou a um filme, ou mesmo um a programa de tv, o que será que o move, a oportunidade de enriquecimento cultural através da arte, ou simplesmente a opção pelo entretenimento que o programa proporcionará?

A linha entre a arte e o entretenimento é mesmo muito tênue, mas será que uma peça de teatro, um filme, ou um programa de tv, podem ser ao mesmo tempo arte e entretenimento? Acho que sim! Talvez seja a mais dura tarefa para um dramaturgo, roteirista e diretor, ainda mais se levarmos em conta, a questão mercadológica dos dias de hoje, onde o que é vendável tem maior importância sobe aquilo que tem um conteúdo mais contundente.

Acontece, que é preciso se atentar ao fato de que muitos procuram apenas bons momentos de descontração, onde possam descarregar todo o estresse que foi acumulado durante um dia, ou uma semana pesado de trabalho, e não se importam tanto se o programa que assistirão, acrescentará ou não, um pouco mais de cultura à eles Ás vezes um programa assim, vem bem a calhar.

É claro que o valor artístico de um produto que busca o engrandecimento cultural do ser humano e de um outro que é feito apenas para pura distração, algo descartável, e que ficará esquecido no tempo, são totalmente diferentes. Mas, no meu ponto de vista, um produto descartável feito para distrair, não deixa de ter lá o seu valor artístico, mesmo que seja algo frívolo.

Talvez nos dias de hoje, encontrar o equilíbrio entre um produto que prime pelo conteúdo e que ao mesmo tempo consiga ter uma boa dose de entretenimento, seja a receita ideal para se ter um programa de sucesso, seja uma peça de teatro, um filme, ou até mesmo um seriado, ou novela de tv.

Não acho que haja o melhor ou o pior nessa questão de um produto de arte e um outro de entretenimento, deixo isso para os intelectuais de plantão, pois, afinal de contas, não é sempre que queremos assistir a um filme de arte, ou a uma peça "cabeça". Por um outro lado também, tenho que confessar que tem hora que é um saco assistir tanta coisa sem conteúdo.

Mas, o que é certo, é que essa discussão sobre o que é melhor ou pior, será eterna, podem apostar! Eu, na minha humilde opinião, acho que tem espaço para tudo e para todos, cabe sim, a cada um, escolher qual programa quer assistir, se arte ou entretenimento, ou quem sabe ainda, um que tenha os dois. 

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar