Longe demais das Capitais

Engana-se aquele que acha que só existe teatro de qualidade no eixo Rio-São Paulo. O fato de serem grandes Capitais, não dá a nenhuma delas, status de Capital do Teatro, tanto que os Festivais de Teatro mais importantes do país, não acontecem em nenhuma das duas cidades. Um é em Curitiba e o outro em São José do Rio Preto.

É certo que a pujança econômica das Capitais do eixo Rio-São Paulo é capaz de oferecer maiores oportunidades, melhores espaços, maior visibilidade, mais chances de realizar um bom trabalho, mas, longe das Capitais, também se faz muita coisa boa sim senhor!

O fato de não se estar em nenhum Capital, não lhe faz melhor ou pior de quem esteja por lá, o que vale realmente é ter o trabalho desenvolvido e isso, pouco tem a ver aonde ele esteja sendo realizado, planejado ou executado. Em qualquer lugar se pode fazer um teatro de qualidade, por muitas vezes, muito melhor do que se apresenta nas grandes Capitais.

Apenas se deve tomar cuidado para não se fecharem em copas e partirem para atitudes provincianas, do tipo "só aqui tem coisa de qualidade", ou "só presta o que é daqui". Atitudes assim, podem minar um lugar com enorme potencial artístico e transformá-lo em um lugar nada produtivo, pois o intercâmbio é salutar em quaisquer atividades, certo? Só assim, crescemos, nos desenvolvemos e nos tornamos capazes de realizar um trabalho cada vez melhor.

Não se desiluda se você estiver longe demais das Capitais, isso não quer dizer que você não seja bom o suficiente, ou que não realize um teatro de qualidade, é apenas sua localização geográfica, mesmo porque, nas Capitais, muita coisa de gosto duvidoso e de caráter unicamente financeiro, ocupa espaços de muita coisa boa, que por vezes, fica escondida em pequenos teatros em centros culturais.

Cada cidade pode ser um pólo cultural e oferecer à população, um teatro de qualidade, só se precisa pensar nesse público, como alguém que mereça receber o melhor do que você tenha a oferecer e assim, a distância das Capitais, principalmente as do eixo Rio-São Paulo, não será tão longa quanto possa parecer.

Teatro se faz no palco, com boas histórias, com bons atores, com bons diretores e isso, não está restrito às Capitais. Teatro de verdade não precisa ser feito apenas nas grandes cidades, cada um pode fazer da sua cidade, uma Capital do Teatro. Tudo que se precisa para isso, pode ser encontrado em qualquer lugar, pois sempre haverá um ator e sua força inesgotável de querer levar ao público a arte do Teatro e isso também, jamais estará restrito ao eixo Rio-São Paulo.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar