O ator e a voz

Quando se pensa em teatro, logo se pensa em ator. Quando se pensa em ator, logo se pensa em uma boa interpretação. Mas, uma boa interpretação depende de um conjunto de fatores que precisam funcionar em perfeita harmonia.  E dentre esses fatores, um é por muitas vezes deixado em segundo plano: a voz.

A voz é tão ou mais importante que um gesto feito no momento certo, que um olhar preciso, que um silêncio cênico certeiro. Um ator que não consegue unificar sua voz a sua interpretação, tem sérios problemas, que interferem e acabam por desqualificar sua interpretação. A voz é o principal instrumento de um ator e muitos nem percebem isso.

Muitos ficam mais preocupados com o modo em que a sua personagem se senta, como ela se veste, com ela anda e até como ela fala. Acontece que ele, enquanto ator, por muitas vezes, se esquece de educar a sua voz. Articular corretamente as palavras e impostar a sua voz projetando-a por todo teatro, fará que o espectador, sentado na última fileira, entenda as ações e as reações da sua personagem.

De nada vai adiantar frequentar ás aulas de um curso de teatro, se aplicar nas aulas de interpretação, estudar as teorias, ler os textos e saber decorá-los, se na hora de colocar a voz, você não for capaz de pronunciar uma só palavra. A voz precisa e deve ser treinada diariamente. Existem muitos exercícios para isso. Todos podem parecer cansativos, mas são altamente necessários.

Precisa-se aprender a respirar com precisão, educar o diafragma para que se possa colocar a voz de uma maneira correta e audível, exercitar até a exaustão a articulação das palavras. E tudo isso não precisa ser feito nos ensaios, ou nas aulas de teatro, pode ser feito em casa, enquanto está estudando o texto, ou até quando se está curtindo o ócio.

Quem quer fazer da profissão de ator o seu ganha pão, precisa estar disposto a enfrentar muitas dificuldades e isso não se resume apenas aos ensaios exaustivos e as dificuldades de se produzir um espetáculo. Um ator tem que está preocupado com todos os detalhes e se preocupar com a sua voz, é uma das coisas mais importantes com que ele tem que se preocupar.

Portanto, exercite a sua voz, tão ou mais que a sua interpretação, pois se não for capaz de transmitir através da sua voz o que o seu personagem quer dizer, de nada vai valer todo o esforço que você levou para compor a sua personagem.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar