Eu faço melhor que você

A selva é densa e repleta de animais selvagens carnívoros e sedentos para atacar a qualquer um que os ameace, a demonstração de força determina, na maioria das vezes, quem vence o combate e é preciso muita coragem para enfrentar esse perigo. Mas, antes que você pense que estou falando da vida dos irracionais, quero informar-lhe que é apenas uma analogia com o bicho homem.

O mais predador do reino animal, o homem é capaz de atrocidades que animais selvagens seriam incapazes de cometer, e o mais grave, o bicho homem é capaz do pior dos pecados capitais, a inveja do sucesso alheio. Quando alguém atinge uma posição de destaque, sempre tem alguém para atirar uma pedra, mas este nem se dá conta de quão duro foi o caminho até se chegar ao topo.

Tenho visto muito isto no meio artístico, onde o desfile de egos inflamados é freqüente e provocante, acometendo o bicho homem de outro grave pecado, a ira pelo sucesso alheio. A raiva é tamanha, que misturada a inveja, faz com que o bicho homem, ataque o seu semelhante com doses cavalares de dores de cotovelo, querendo sempre desqualificar a qualquer custo, o árduo trabalho que o outro esteja fazendo.

É claro que é do Ser humano achar que pode fazer melhor do que o outro, pois estamos sempre propensos a nos considerar superiores ao nosso semelhante, mas ás vezes é preciso reconhecer o mérito de quem atingiu um certo patamar. Seja atuando, seja escrevendo, ou dirigindo, ninguém fica tanto tempo exercendo uma função, se não tiver um mínimo de competência.

Muitas vezes, diversos fatores contribuem para que um trabalho não saia a contento, isso, por vezes, independe do empenho e trabalho do artista, são fatores inerentes a sua vontade, pois como se vive em uma selva, há bichos mais fortes que determinam e demonstram através do seu poder, como e de que forma tal coisa deve ser feita. Aos menos ferozes, até mesmo para zelar por sua sobrevivência, só resta acatar a decisão.

Não fique pensando que quando as coisas não saírem ao seu contendo, você, com sua indefectível sapiência será capaz de encontrar soluções melhores e resolver todos os problemas. A selva é perigosa, os bichos são ferozes e o risco é constante. Portanto, saber sobreviver na vida selvagem do mundo artístico, não é tarefa das mais fáceis, principalmente para bichos domesticados que ficam presos em suas gaiolas, bradando ferocidade.

Não vou entrar no mérito do que seja bom ou que seja ruim, pois isso é gosto pessoal de cada um, mas, se um programa, ou uma novela não vai bem nos números da audiência, o bicho homem invejoso e cheio de ira, não hesita em atirar pedras, sem nem mesmo conhecer as dificuldades que é trabalhar numa selva tão arriscada. É muito fácil ficar do outro lado dando palpites e achando que pode fazer melhor, mas só se conhece os reais perigos da selva quando se emprenha na mata.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar