O Dia do Teatro

Caros amigos, amantes do Teatro como eu, não sei se a data é para parabenizá-los ou estender a todos, minhas condolências, pois novamente chegamos a mais um DIA DO TEATRO. Será que há o que comemorar de fato?

Reflitamos pois, essa data que vem para dignificar essa nobre arte cultuada por alguns loucos visionários como nós.

Assim, à primeira vista, talvez fosse mais correto, estender minhas condolências, pois quantos e quantos de nós, amantes do Teatro, estão a míngua, correndo feito doidos com um pires na mão, implorando por qualquer apoio cultural? Quantos e quantos de nós estão sem espaços para ensaiar ou apresentar suas produções? Quantos e quantos de nós, sofrem com o desdém da grande mídia?

O Governo dá de ombros, dizendo que criou Leis de Incentivos, tudo bem, elas existem, mas, quantos verdadeiramente conseguem usufruir de fato dos benefícios da Lei?

E insistimos, por quê? Porque nós, amantes do Teatro, ainda enxergamos uma luz no fim do túnel e aguardamos pacientemente o dia em que o DIA DO TEATRO terá motivos para ser comemorado de fato. Um dia onde a classe teatral possa comemorar as alegrias de ver suas produções encenadas, encantando platéias por esse mundo a fora.

Mas, voltemos a nossa realidade nua e crua. O que fazer nesse dia? Pois bem, convido todos à esquecerem as agruras e dificuldades presentes em nossa arte e enchamos as ruas e praças com nossas encenações, pois como diz o poeta: O ARTISTA TEM DE IR AONDE O POVO ESTÁ!

E você, meu amigo, que está lendo esse artigo mas não tem o teatro no sangue e na alma, vá assistir um espetáculo, prestigie, aplauda, compareça… E vocês, amantes do teatro, espero que comemorem essa data, sobre um grande palco iluminado.

E viva sim, O DIA DO TEATRO.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar