Rosa de Samba no Coletivo Fábrica

Com apresentações às sextas-feiras, 21h, entre 6 de junho e 25 de julho, no teatro Coletivo Fábrica, o musical Rosa de Samba mescla a obra e a vida de Noel Rosa. A proposta é o resgate da história da música popular brasileira, mostrando a trajetória do Poeta da Vila, que subiu os morros cariocas e aprendeu a música do povo. “Feitiço da Vila”, “Coisas Nossas” e “Fita Amarela”, entre outras composições, revelam seus amores e seu Brasil “de tanga”.  Luís Mármora assina a direção do espetáculo com a atriz Catia Pires e o músico Luís Aranha.

Rosa de Samba é o primeiro trabalho do Núcleo da Rosa, criado em 2005 com a proposta de pesquisar a interação entre música brasileira e teatro. Ele ficou em cartaz no Centro Cultural São Paulo (Projeto na Sola da São Jorge) e no N.E.X.T., em 2006. Em abril deste ano integrou a Mostra na Sola da São Jorge, da Cia. São Jorge de Variedades, no Coletivo Fábrica.

Temporada: 6 de junho a 25 de julho. Sextas, 21h.

Teatro Coletivo Fábrica - sala 2, rua da Consolação, 1.623, tel. (11) 3255-5922. E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Sites: www.teatrofabricacoletivo.com.br ou www.teatrocoletivo.com.br
80 lugares.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (estudantes, idosos, professor da rede pública, artistas e técnicos em espetáculos de diversões com DRT).
Estacionamentos próximos: rua Pedro Taques, 54 (todos os dias); e rua da Consolação, 1.681 (menos aos domingos). R$ 10,00.
Duração: 60 minutos. Recomendação etária: a partir de 14 anos

Pesquisa original: Catia Pires
Direção: Luís Mármora
Dramaturgia: Catia Pires e Luís Mármora
Elenco: Catia Pires
Músico: Luís Aranha
Iluminação: Taty Kanter
Figurino e adereços: Núcleo da Rosa e Márcio Maracajá
Cenário: Núcleo da Rosa

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar