11 anos
O maior site de teatro do Brasil
Conheça mais
Teatro pelo mundo
Leia nossas matérias especiais
Leia mais

Peças para download

Download de peças de teatro

Baixe centenas de peças teatrais: desde autores clásicos até novos dramaturgos. E publique suas peças também.

Acessar

Comunidade teatral

Comunidade de teatro

Divulgue seu currículo ou procure atores para seu projeto e também troque conhecimento com outros profissionais da área.

Acessar

O mundo da arte

mundo da arte - artigos teatrais

Artigos, notícias e matérias especiais sobre o mundo do teatro e da arte em geral. Aqui você encontra sua revista online e multimídia.

Acessar

Dois amigos que dividiam o mesmo sonho de tornarem-se roteiristas, dramaturgos, ou quem sabe, novelistas de sucesso, encontram-se após algum tempo, e um virou-se para o outro e disse:

- E aí, escrevendo muito?
- Caramba, tive uma idéia incrível para escrever uma história! Você não acredita! Quando eu escrever, vai ser o maior sucesso!
- E ainda não escreveu por quê?
- É que eu ando meio sem inspiração!

Pronto, chegamos ao ponto! Quem acredita que só vai conseguir escrever quando bater a inspiração, deve repensar o sonho de se tornar escritor, pois, com certeza, isso não passará de um sonho.

Escrever, como qualquer outra arte, demanda uma equação simples: cinco por cento de inspiração e noventa e cinco por cento de transpiração. Escrever é um exercício que se aprende escrevendo, e não existe outro jeito para se tornar escritor, por mais que se tenha criatividade e idéias em abundância.

Contar uma história pode até parecer uma coisa simples, mas quando chega o momento de colocá-la no papel é que se descobre que a tarefa não é assim tão simples como antes se pensava.

Há de se ter muita disposição para se dedicar a arte de escrever. É necessário aprender a escrever, mesmo quando não se tem nenhuma inspiração, e acima de tudo, ter disciplina e praticá-la continuamente. Se esse é o segredo, não sei, mas, aquele que consegue escrever uma ou duas horas por dia, todos os dias, terá mais habilidade e estará mais condicionado, do que aquele que escreve, oito, dez, ou doze horas em um único dia.

Ás vezes, se tem muitas idéias, mas não se tem o dom de escrever. O gostar das letras, não é pré-disposição para ninguém se tornar escritor, por isso, não há o porque ficar triste se não conseguir, afinal de contas, o que seria dos escritores, se não houvessem os leitores?

Uma coisa muito importante para quem pensa em viver das letras é que não se deve esperar grandes remunerações, nem uma popularidade imediata, pois escrever não traz notoriedade, nem tão pouco é capaz de dar a independência financeira logo no primeiro trabalho. Escrever, acima de tudo é cativar o outro através de suas palavras, e isso demanda um certo tempo, e uma boa dose de insistência.

Então, aquele que assim mesmo quer isso para sua vida, deve deixar a preguiça de lado, e começar por escrever uma folha por dia, no outro dia, escrever duas folhas, depois, escrever três, e quando menos esperar, terá colocado a sua história no papel.

E tenha a certeza de uma coisa, o exercício da transpiração lhe ajudará a completar o que a sua inspiração não for capaz de produzir.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar