Criança merece respeito

Não é de hoje que ouço comentários que dão conta do desrespeito que alguns atores tem com as crianças. Existem espetáculos infantis que demonstram não se importarem em nenhum instante com a presença da criança na platéia. Talvez seja uma coisa até intuitiva, feita sem se perceber, mas é aí que reside o problema.

Muitos atores não tomam o devido cuidado, principalmente com gestos e com a inclusão de cacos em alguns espetáculos infantis. A inserção de gírias e de um palavreado não condizente com o público infantil que está assistindo o espetáculo, podem colocar abaixo algo que tinha tudo para ser um sucesso.

Na apresentação de um espetáculo infantil, muito mais do que tentar fazer caras e bocas para conquistar a criança, há de se prestar a atenção com o texto. Respeitar ao máximo o que autor quis passar com a história é muito mais importante. Seguir o texto na íntegra, por si só, pode ser o sucesso de um espetáculo.

Há de se tentar sempre buscar a excelência quando o assunto é criança, ela merece ser respeitada. Não adianta cenários bonitos, figurinos luxuosos, um texto bem escolhido e com uma história adequada ao público infantil, se na hora da apresentação o ator em cena descamba para a interpretação de cacos e gírias atuais, apenas para fazer graça com a criança.

Na maioria das vezes, quando os atores enchem os espetáculos infantis de cacos e gírias da moda, acaba atingindo somente os pais, que desarmado de censo crítico, se deixam levar pelas “palhaçadas” e caem na gargalhada. Só que nem sempre se consegue atingir a criança, que às vezes, apenas ri porque o pai está rindo e a mensagem proposta, acaba ficando pelo caminho.

Espetáculo infantil não é, nunca foi e nunca será o objeto de experimento para atores. Quem pensa desta maneira, está redondamente equivocado, pois Teatro Infantil tem que antes de mais nada, respeitar a criança como criança, pois ela, somente ela, é o público que se quer atingir.

Será assim, buscando a excelência e seguindo o caminho da seriedade, que se fortalecerá o Teatro Infantil e que se tornará possível transformá-lo em um produto sem contra-indicações para uma criança.

Deixe seu comentário


Código de segurança
Atualizar